A cena musical portuguesa está a cada dia que passa a abandonar as prateleiras do mercado de música exótico e a querer quebrar o frasco do “world music” a partir de dentro. Alguns destes segredos bem guardados, como a cena de Lisboa ou os próprios Gala Drop, começam a figurar em algumas publicações como as “next big things” a serem acompanhadas e apreciadas um pouco por todo o mundo. Alguns comparam Lisboa como uma nova Detroit, ou uma nova-cidade qualquer que tenha sido berço de qualquer coisa importante.

No caso dos Gala Drop, “II“, da onde retirei este “You And I“, se traduz a uma música que não cabe em nenhum frasco, seja ele o do world music ou do krautrock. É música que transcende todos os géneros, e instaura o seu próprio. Poderíamos ocasionalmente nos transportar para o início dos 80’s, numa sala de ensaio onde se mistura reggae, dub e psicadélico? Poderíamos muita coisa quando se ouve Gala Drop, e isso é o mais interessante de tudo.

 

——

Mais deste artista: Gala Drop
FacebookSoundcloudBandcamp

——